Atendimento ao cliente
(47) 3275-2755
(47) 9283-3160

​Pré-natal: conheça os principais exames que devem ser realizados pela gestante

30/11/2020

Os exames feitos durante a gestação têm fundamental importância para monitorar a saúde da mãe e do bebê e evitar possíveis complicações. Por isso, assim que descobre a gravidez, a primeira coisa que a gestante deve fazer é escolher o médico obstetra que irá acompanhar a sua gestação. Logo na primeira consulta, o obstetra irá solicitar um conjunto de exames, que podem variar de acordo com as características de cada gestação.

O acompanhamento durante o pré-natal e a realização de todos os exames solicitados pelo médico nas consultas, como exames de sangue, de urina, ginecológicos e ultrassonografias, devem ser feitos rigorosamente, para que se evite complicações na hora do parto.

Nos três primeiros meses de gestação é solicitada a maior parte dos exames, principalmente os laboratoriais, já que as primeiras semanas são de fundamental importância para o desenvolvimento do feto e a saúde da mãe interfere diretamente nesse processo. Os exames no início da gravidez podem ajudar a identificar qualquer distúrbio, para que seja tratado a tempo. Veja quais são os principais exames laboratoriais que devem ser realizados na gravidez:


Hemograma

O hemograma é o tradicional exame de sangue realizado para fornecer informações sobre as células sanguíneas e de defesa do organismo. Na gravidez, seu principal objetivo é ajudar o médico a identificar se a mãe está com sinais de anemia (redução de glóbulos vermelhos) ou infecções (aumento de glóbulos brancos).


Tipo sanguíneo e fator RH

Trata-se de um exame de sangue que tem como objetivo verificar o grupo sanguíneo da mãe e identificar qual é o fator RH, se é positivo ou negativo. Esse exame é muito importante, sobretudo na segunda gravidez, pois se a mãe tiver fator RH negativo e o bebê tiver positivo – herdado do pai –, o corpo da mãe poderá produzir anticorpos contra o sangue do bebê, colocando a saúde do feto em risco. Com o resultado do exame é possível saber isso ainda no primeiro trimestre da gestação, para que sejam tomadas as medidas de precaução necessárias.


Glicose em jejum

O exame de glicemia identifica a existência ou o risco de desenvolvimento de diabetes gestacional. É um exame de coleta de sangue que deve ser realizado no início da gravidez e repetido no segundo trimestre (entre 26 e 28 semanas).


HIV

Infecções por vírus como o HIV – que pode causar a AIDS – podem ser passados para o bebê durante o parto. Por isso, é importante que a gestante seja diagnosticada e, se positivo, que o médico faça o acompanhamento frequente do vírus e o tratamento para evitar a transmissão.


VDRL (Sífilis)

Outra infecção que precisa ser verificada e controlada é a Sífilis, causada pela bactéria Treponema pallidum, que pode ser transmitida para o bebê durante a gestação ou no momento do parto e causar surdez, cegueira ou problemas neurológicos. O exame, conhecido como VDRL, deve ser feito no primeiro e no segundo trimestre de gravidez.



Rubéola

Se adquirida durante a gravidez, a Rubéola pode resultar em malformações do bebê, como surdez, alteração nos olhos ou microcefalia. O exame permite identificar a presença do vírus durante a gravidez, para que sejam tomadas as medidas de precaução à saúde do feto.


Citomegalovírus

A infecção por Citomegalovírus durante a gravidez também pode trazer riscos ao desenvolvimento do feto, se não realizado o tratamento adequado. Por isso, é importante que seja feito o exame durante a gravidez para a identificação da infecção.


Toxoplasmose

O exame de Toxoplasmose tem como objetivo identificar a presença da doença infecciosa na gestante e, caso positivo, iniciar o tratamento para prevenir complicações à gestação. O parasita pode provocar riscos graves ao bebê quando a infecção acontece no último trimestre da gravidez.


Hepatite B e C

Também causadas por vírus, as hepatites são doenças infeciosas que podem provocar o parto prematuro ou baixo peso do bebê. Assim como os demais exames de infecções, o teste é realizado para identificar a presença da doença e orientar os tratamentos.


Exame de urina

O exame de urina tem como objetivo identificar se há sinal de infecção urinária, bem como orientar o médico na escolha do melhor tratamento.



Esperamos ter ajudado a esclarecer suas dúvidas. Converse com seu médico para mais detalhes e conte com a experiência de mais de 30 anos do Laboratório Fleming para realizar seus exames!